24 de fev de 2012

Mundo dos Refrigerantes *Pepsi

Voltei agora para falar da Pepsi...


 Pepsi é uma marca de um refrigerante com sabor de cola que possui mais de 100 anos de história. A marca está presente em 75 países nos cinco continentes.

O produto que deu origem à marca de refrigerantes Pepsi-Cola foi criado no ano de 1893, no estado da Carolina do Norte nos Estados Unidos. Seu criador, o farmacêutico Caleb Davis Bradham, formulou um medicamento inicialmente sugerido para combater a dispepsia, uma doença causada pela falta da enzina pepsina no organismo, dando o nome de “Brad's Drink” (bebida de Brad).
Em pouco tempo, o produto começou a ser procurado, não como um medicamento, mas uma iguaria, fato que levou, no dia 28 de agosto de 1898, a Brad’s Drink passar oficialmente a se chamar Pepsi-Cola, numa referência direta ao primeiro propósito do, até então medicamento, isto é, o de combater a dispepsia através de sua ingestão, auxiliando no controle da quantidade do ácido péptico no estômago e, a Noz-de-cola, um dos ingredientes principais que davam sabor ao xarope.

Caleb Davis Bradham, o inventor do refrigerante Pepsi-Cola.
Com o crescente sucesso na comercialização do produto, em 1902, Bradham passa a dedicar-se integralmente ao novo negócio, fundando a “Pepsi-Cola Company” no dia 24 de dezembro. No mesmo ano, surgiu a primeira nota publicitária no jornal New Bern Weekly. Os jornais da época anunciavam a Pepsi como saborosa, revigorante e não prejudicial.
Em 1903 a drogaria "Bradham Drug Company" é fechada e a Pepsi-Cola Company começa a operar em um galpão alugado. No dia 16 de junho o refrigerante Pepsi-Cola tem sua marca registrada. A “Pepsi-Cola Company” em apenas um ano de operação, consegue vender cerca de 30 mil litros em casas de refrescos locais.
Em 1904, Bradham compra um edifício na cidade de New Bern, concentrando assim, todas as operações de engarrafamento na nova fábrica que passa a envasilhar a Pepsi-Cola em garrafas de 177 ml. [nota 1]
Em 1905 a “Pepsi-Cola Company” negociou sua primeira franquia fora de New Bern com a empresa engarrafadora “Charlotte and Durham”, também no estado da Carolina do Norte. No mesmo ano o logotipo passa por reformulação.
Em 1906, é criado um novo slogan para a marca: "The original pure food drink" e, nova mudança no logotipo, sendo a terceira em oito anos. Neste ano a Pepsi já contava com quinze franqueadas nos Estados Unidos e sua marca registrada no Canadá, atingindo a produção de 150 mil litros de xarope anuais.
Em 1907 a Pepsi-Cola Company continuou sua expansão, contando com uma rede de 40 franqueadas e, registrando sua marca no México. Neste ano atingia o volume de 400 mil litros de xarope.
Em 1908 a empresa de bebidas inova, sendo a primeira a substituir toda a frota de carroças tracionadas a cavalo por caminhões, modernizando assim a distribuição de seu produto. Neste mesmo ano, 250 franqueados, em 25 estados americanos já estavam contratados para fabricar e vender a Pepsi-Cola.[1][2][3][4][5]

Crise


A culpa foi do açúcar: com o final da Primeira Guerra Mundial o preço do açúcar despencou, obrigando Caleb Bradham a declarar falência da Pepsi-Cola Company.
Logo após o final da Primeira Guerra Mundial em 1917, Bradham começou a apostar na flutuação do preço do açúcar, comprando e estocando uma quantia significativa, o fato é que o produto teve uma queda expressiva na bolsa de valores, fazendo com que a “Pepsi-Cola Company” acabasse declarando sua falência no dia 31 de maio de 1923, após dezessete anos de sucesso.
Com a venda da “Pepsi-Cola Company”, por 30 mil dólares para a empresa “Craven Holding Corporation”, Bradham reabriu sua drogaria e voltou a trabalhar como farmacêutico.
Em 1924, Roy C. Megargel, um corretor da bolsa de Wall Street, consegue após muita negociação adquirir a marca Pepsi-Cola por 35 mil dólares, formando a “Pepsi-Cola Corporation”. No mesmo ano, a fábrica é transferida para a cidade de Richmond no estado americano de Virgínia.
Até o ano de 1929, Megargel havia reorganizado toda a estratégia de operações da companhia, que passou a ser uma empresa exclusivamente nacional.
Apesar de todos os esforços, em 1931 a companhia passou pela sua segunda falência e novamente foi vendida para outra empresa, a “Loft Candy Company”. O então presidente Charles G. Guth reformulou totalmente a bebida.[2][4][5][6]

Recuperação


A drogaria de Caleb Davis Bradham, o inventor do refrigerante Pepsi-Cola, Historical Museum.
Em 1934 a companhia lançou a garrafa de vidro de 355 ml, [nota 2] que era vendida a 5 centavos de dólar, o mesmo valor pago pelas garrafas de 177 ml que era o padrão da concorrência. As vendas iniciaram na cidade de Baltimore, no estado americano de Maryland, sendo um sucesso de vendas em plena Grande Depressão americana. Em virtude das vendas, a empresa reiniciou suas atividades no Canadá. No mesmo ano, o inventor da bebida, Caleb Bradham, morre aos 66 anos de idade.
Em 1940, o jingle “Nickel, Nickel”, criado para a Pepsi-Cola, se tornou o primeiro a ser transmitido nacionalmente nos Estados Unidos.
Em 1950 o produto ganhou um novo logotipo chamado “Bottle Cap”, que nada mais era que uma tampa de refrigerante com o nome do produto nas cores azul, vermelha e branca. No mesmo ano a Pepsi lança sua garrafa de PET, no tamanho família. Acontece também uma reestruturação publicitária da marca, que passa a investir maciçamente em publicidade, para acabar com o estigma de refrigerante barato.
Em 1964 é lançado no mercado a Diet Pepsi, o primeiro refrigerante dietético americano.
Em 1965 foi fundada a Pepsico Inc. Resultado da fusão da Pepsi-Cola e da Fritolay, uma das maiores empresas de snacks do mundo.
1967 o refrigerante Pepsi é lançado em lata de alumínio [nota 3].
Em 1970 é lançada a Pepsi em embalagem de 2 litros.
No dia 27 de janeiro de 1984, o cantor Michael Jackson participou das gravações para um comercial do refrigerante Pepsi. Nesta ocasião, faíscas dos efeitos especiais acabam incendiando o cabelo do cantor.[4][5][7][8]

Pepsi-Cola no Brasil

Em 1950 a Pepsi já era importada, dos Estados Unidos para uma loja o Rio Grande do Sul.
Em 1952 foi inaugurada uma fábrica brasileira de refrigerantes chamada “Refrigerantes Sul Rio-Grandense S.A.”, propriedade de Heitor Pires, que começa a produzir a Pepsi-Cola em Porto Alegre.
Oficialmente, o refrigerante Pepsi-Cola foi lançado no Brasil em 1953 através de uma das divisões da PepsiCo, a Pepsi Beverage International (PBI).
Até a Década de 1970, o estado do Rio Grande do Sul foi o único lugar do mundo em que o refrigerante Pepsi-Cola ganhou a “Guerra da Colas”, uma disputa entre as empresas “The Coca-Cola Company” e a “PepsiCo” pelo primeiro lugar em vendas.
No ano de 1988 as garrafas de Pepsi ganharam tampa de rosca.
Em 1994, a fábrica em Porto Alegre é fechada.
Em 1997, a PepsiCo firmou um acordo de franquia com a Companhia Cervejaria Brahma, com duração de 20 anos para a fabricação, distribuição e comercialização de seus produtos, até esta data a marca vinha passando por dificuldades de logística e distribuição da linha no país, que não ultrapassava mais de 50% do território nacional.
Em 1999 aconteceu a fusão das companhias Cervejaria Brahma e Antarctica Paulista, a Companhia de Bebidas das Américas (Ambev), englobando o contrato firmado anteriormente e que possibilitou a distribuição estar presente em todo território brasileiro.

Por hoje é só de pepsi mas não esqueçam de verem o próximo refrigerante... a FANTA! 

By: Rafaela

Disponivel em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Pepsi

Nenhum comentário:

Postar um comentário