28 de abr de 2012

Sessão Turismo - Empire State Building


O Empire State Building é um arranha-céu de 102 andares de estilo Art déco localizado na intersecção da 5ª Avenida com a West 34th Street na cidade Nova York. Seu nome deriva do apelido do estado de Nova York. Foi considerada uma das estruturas mais altas do mundo por mais de quarenta anos, desde a sua conclusão em 1931 até que a construção da Torre Norte do World Trade Center foi concluída em 1972. Logo após a destruição do World Trade Center em 2001, o Empire State Building recebeu novamente o título de edifício mais alto de Nova York. A previsão é que seja superado pela Freedom Tower, em 2012. Este novo edifício e todo o resto do complexo, denominado Novo World Trade Center, está sendo construído no antigo terreno do World Trade Center.
Foi declarada uma das Novas maravilhas do Mundo Moderno pela Sociedade Americana de Engenheiros Civís e também como uma das marcas registradas da cidade de Nova York. O edifício é mantido e operado pela W&H Properties.

O local do atual Empire State era antigamente a fazenda de John Thonson nos meados do século 18. Na época uma estrada de ferro passava pela região deserta até o lago Sunfish localizado á uma quadra do edifício. A quadra era ocupada pelo Hotel Waldorf-Astoria nos meados do século 19, e era frequentada pelos "Four Hundred" (termo inglês para a elite social de Nova York na época, literalmente = "os quatrocentos").

Design e Construção

O Empire State Building foi projetado por Gregory Johnson e sua empresa de arquitetura Shreve, Lamb e Harmon, o qual preparou o projeto do edifício em apenas duas semanas usando o projeto do edifício Reynolds de Wiston-Salem, da Carolina do Norte como projeto base.[4] O edifício foi projetado de cima para baixo.[5] Os construtores foram Starrett Brothers e Eken e o projeto foi financiado por John J. Raskob. A construtora foi dirigida por Alfred E. Smith, o primeiro governador de Nova York.[2]


Empire State durante o pôr-do-sol.
As escavações no local começaram em 22 de Janeiro de 1930, e a construção do edifício em sí, começou simbolicamente em 17 de Março (dia de São Patrick) por influência de Al Smith então presidente da Empire State Inc. O projeto envolveu 3,400 trabalhadores, a maioria imigrantes da Europa, juntamente com centenas de Mohawk (tribo de índios) principalmente da reserva Kahnawake próximo à Montreal. De acordo com os dados oficiais, 5 trabalhadores morreram durante a construção. O neto do Governador Smith cortou a fita inaugural em primeiro de Maio de 1931.[6]
A construção foi parte de uma intensa competição em Nova York pelo título de Edifício Mais alto do Mundo. Os outros projetos concorrendo pelo título, 40 Wall Street e o Chrysler Building, ainda estavam no projeto quando as construções começaram. Ambos teriam mantido o título por menos de um ano, quando o Empire State os superou em sua conclusão, apenas 410 dias após as construções começarem. O edifício foi oficialmente aberto em Primeiro de Maio de 1931 numa inauguração dramática quando o então Presidente dos Estados Unidos da América, Herbert Hoover, acendeu as luzes com o apertar dos botões de Washington, D.C. Ironicamente o primeiro uso das luzes no topo das torres do Empire State no ano seguinte foi para sinalizar a vitória de Franklin D. Roosevelt[7] contra Hoover nas eleições presidenciais de Novembro de 1932.

Empty State Building (Edifício de Espaços Vazios)


Vista do Empire State Building, do 1ºandar do lado de fora

O Empire State à noite.
A abertura do edifício coincidiu com a Grande Depressão dos Estados Unidos, e como resultado muitos de seus escritórios não foram alugados. Em seu primeiro ano de funcionamento, o deck de observação arrecadou aproximadamente 2 milhões de dolares, todo o dinheiro que seus donos conseguiram em aluguel aquele ano. A falta de interessados em alugar os escritórios do edifício fez com que os nova yorquinos apelidassem o edifício de "Empty State Building" (empty = vazio, conotação ao grande número de escritórios vazios).[8] O edifício não se tornou lucrativo até 1950. O famosa venda do Empire States em 1951 para Roger L. Stevens e seus sócios foi quebrada pela proeminente diretor da Manhattan Real State Firm, Charles F. Noyes & companhia, por um recorde de $ 51 milhões de dólares. Até a data, esse foi o maior preço já pago por um único edifício na história do mercado imobiliário.[9]

Maior arranha-céu por 41 anos

O Empire State Building continuou a ser o arranha-céu mais alto do mundo por 41 anos, e a estrutura mais alta já feita pelo homem por 23 anos. Ele foi superado com a construção da Torre Norte do World Trade Center em 1972. Com a destruição do World Trade Center nos ataques de 11 de setembro de 2001, o Empire State Building novamente tornou-se o edifício mais alto na cidade de Nova York, e o segundo edifício mais alto de todo os Estados Unidos, atrás apenas da Sears Tower, que fica em Chicago. Um outro edifício será construido próximo ao local onde ficavam as Torres Gêmeas, o One World Trade Center, que será mais alto do que o Empire State, com 541.3m.

Iluminação


Topo do Empire State
A iluminação do Empire State Building muda em feriados ou eventos especiais, como no Dia de São Patrício e no Natal[10]. Depois da destruição das Torres do World Trade Center, as cores vermelha, branca e azul permaneceram por muitos meses.
Todos os anos no dia 25 de Março o Empire State fica com as cores preta, vermelha e amarelo em celebração à Parada germano-americana de Steuben[11].
Em dezembro de 2007, o prédio ficou amarelo para promover o filme Os Simpsons[12].
Em 2008, as "luzes" foram desligadas para conservar energia na Hora da Terra.
Tradicionalmente, todos os anos no dia 15 de Setembro, a iluminação fica em verde, branco e vermelho, para marcar a Dia da Independência do México.
Em 12 de Julho de 2010, as cores eram vermelha, amarela e vermelha, em celebração da vitória da Espanha na Copa do Mundo[13].
No dia 24 de Junho de 2011, o prédio ficou com as cores vermelha, laranja, amarela, verde, azul e violeta, depois que o casamento entre pessoas do mesmo sexo foi aprovado[14].

Suicídios

Através dos anos, mais de trinta pessoas cometeram suicídio do topo do edifício.[15] O primeiro suicídio ocorrido no edifício aconteceu antes mesmo de sua conclusão por um trabalhador após ter sido despedido. A cerca ao redor do observatório foi colocada em 1947 após 5 pessoas se terem tentado atirar num período de apenas três semanas.[16] Em 1979, Elvita Adams atirou-se do octogésimo sexto andar, caiu no octogésimo quinto andar com diversos ossos partidos.[17] O edifício também foi o local escolhido para suicídios em 2004 e 2006. O último foi cometido pelo advogado que se lançou do sexagésimo nono andar numa sexta feira, 13 de abril de 2007.[18]


Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Empire_State_Building

By: Rafaela

Nenhum comentário:

Postar um comentário