4 de mai de 2012

História da Semana - Casamento do Príncipe Willian e Kate




O casamento de William (Guilherme) e Catherine (Catarina) Middleton foi um evento britânico de proporções mundiais, sendo assistido por 2,5 bilhões de pessoas em todo o planeta.[1]16 de novembro de 2010 à cerimônia religiosa em 29 de abril de 2011, o assunto tem atraído a atenção do público e da mídia, remetendo ao enlace dos pais do noivo, Carlos, Príncipe de Gales e a falecida Diana, Princesa de Gales.
 
Em 16 de novembro de 2010, a Clarence House anunciou que o Príncipe William de Gales, segundo na linha de sucessão ao trono britânico, estava oficialmente noivo da Senhorita Catherine Middleton, uma plebéia do condado de Berkshire. O casal conheceu-se na faculdade e mantinha um relacionamento de 8 anos.[2]
O príncipe havia pedido a namorada em casamento um mês antes, durante uma viagem ao Quênia, presenteando-a com o mesmo anel de diamantes e safira que seu pai havia ofertado à sua mãe, em seu noivado há 30 anos.[3]
No mesmo dia, os noivos seguiram para o Palácio de St. James para uma coletiva de imprensa, e deram uma entrevista exclusiva para o repórter Tom Bradby, da ITV News.
Os pais da noiva, Michael e Carole Middleton, e a avó do noivo, a Isabel II do Reino Unido, mostraram-se absolutamente "encantados", enquanto o pai do noivo, o Príncipe de Gales, foi um tanto quanto irônico, dizendo que "Eles têm praticado bastante".
Felicitações vieram de autoridades políticas e religiosas, bem como de artistas e populares de todo o mundo.
Em 12 de dezembro foram divulgadas as fotos oficias do noivado, tiradas pelo peruano Mario Testino em 25 de novembro.
Como preparação para a vida que Catherine passaria a ter após o casamento, o casal logo passou a aparecer junto em diversos compromissos oficiais em Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.


A cerimônia religiosa do casamento de William e Catherine teve início às 11 horas da manhã (horário de Londres; mesmo horário em Portugal, 7 da manhã no Brasil) do dia 29 de abril de 2011, na Abadia de Westminster, durando uma hora e quinze minutos.
O Deão de Westminster conduziu o serviço, o Arcebispo da Cantuária casou os noivos e Bispo de Londres, amigo pessoal do noivo, fez uma prece.
Mais de 1 milhão de pessoas foram às ruas para saudar os noivos, aglomerando-se nos arredores da Abadia e do Palácio de Buckingham, ou assistindo por telões no Hyde Park e em Trafalgar Square.[4]

O vestido da noiva, considerado "um segredo de Estado", só foi revelado na ocasião de sua chegada à Abadia de Westminster. O designer foi de Sarah Burton, estilista-chefe da grife britânica Alexander McQueen, um acerto para milhões de apostadores.
O modelo foi em geral bastante elogiado.[5] As mangas de renda foram feitas pela costura do Palácio de Hampton Court.
A tiara usada pela noiva era uma Cartier Scroll 1936, ofertada pela Rainha Elizabeth, que por sua vez a recebera de sua mãe como presente de dezoito anos.
Shane Connolly desenhou o buquê da noiva, o cabeleireiro foi James Pryce e Catherine fez sua própria maquiagem.
O noivo, militar, usava o uniforme de gala de oficial da Guarda Irlandesa.


1900 pessoas foram convidadas para a cerimônia religiosa, sendo elas familiares dos noivos, amigos pessoais, membros de famílias reais estrangeiras, autoridades britânicas, diplomatas e líderes de instituições. Famosos como Elton John, David Beckham e a esposa, Victoria Beckham, Joss Stone e Guy Ritchie foram convidados.[6]

O coro da Abadia de Westminster, o coro da Capela Real do Palácio de St. James, a Orquestra de Londres e a fanfarra da Banda de Música da Força Área Real foram os encarregados da música do casamento real.
A noiva entrou ao som de “I was glad”.
Foram tocadas, ao longo da cerimônia, as canções “Guide me, O Thou Great Redeemer”, "Love Divine, All Loves Excelling", a patriótica “Jerusalem”, “This is the day which the Lord hath made", “Valiant and Brave” e “Crown Imperial”. Antes da cerimônia, foi tocada a folclórica Greensleeves.


O noivo decidiu não utilizar aliança após o casamento, preferindo apenas oferecer um anel à futura esposa. A aliança de Catherine foi feita de ouro galês, um presente da Rainha Elizabeth para o Príncipe William, que ofertou ao neto “um pouco de ouro”. O uso de ouro galês nas alianças já é tradição na Família Real Britânica.

Na manhã do dia 29 de abril, a Rainha Elizabeth II tornou o Príncipe William Duque de Cambridge, Conde de Strathearn e Barão de Carrickfergus.[7]
O título de princesa é dado somente a moças de sangue azul; assim, a noiva não pôde tornar-se Princesa Catherine, tornando-se Princesa William, Duquesa de Cambridge, Condessa de Strathearn e Baronesa Carrickfergus. Catherine também ganhou o estilo de ‘‘Sua Alteza Real’’.[8]


Mais informações em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Casamento_de_Guilherme_de_Gales_e_Catarina_Middleton


By: Rafaela

Nenhum comentário:

Postar um comentário