4 de ago de 2012

Sessão Turismo - Hiroshima


 

Hiroshima ou Hiroxima (広島市 Hiroshima-shi?) (Loudspeaker.svg? pronúncia) é a capital da província japonesa de Hiroshima. Fica no rio Ota (Ota-gawa), cujos seis canais dividem a cidade em ilhas. Cresceu em torno de um castelo feudal do século XVI. Recebeu o estatuto de cidade em 1589. Serviu de quartel-general durante a guerra sino-japonesa (1894-95).[2]

 

Em 6 de agosto de 1945 foi a primeira cidade do mundo arrasada por uma bomba atômica, lançada pelos Estados Unidos, resultando em 250 mil mortos e feridos.

 

Durante a Segunda Guerra Mundial, o Segundo Exército e o Exército Regional de Chugoku eram sediados em Hiroshima, enquanto o quartel general da Marinha localizava-se no porto de Ujina. A cidade também possuía grandes depósitos de suprimentos militares e era um centro chave para a navegação.[12]

 

O bombardeio de Tóquio e outras cidades do Japão durante a Segunda Guerra Mundial causou uma destruição em massa e centenas de milhares de mortes, quase todos de civis, na maioria mulheres e crianças.[13] Por exemplo, Toyama, uma região urbana de 128 mil habitantes foi quase totalmente destruída, e acredita-se que ataques incendiários em Tóquio causaram 90 mil vítimas. Não existiam esse tipo de bombardeios aéreos em Hiroshima. 

 

Entretanto, a ameaça sempre existia e para se proteger contra possíveis bombardeios em Hiroshima, estudantes entre 11 e 14 anos foram mobilizados para demolir casas e criar um firebreak (intervalo sem material inflamável para retardar o espalhamento do fogo) .[14]

 

Em uma segunda-feira, 6 de agosto de 1945, às 8 horas e 15 minutos da manhã, a bomba atômica "Little Boy" foi lançada sobre Hiroshima por um bombardeiro B-29 americano, o Enola Gay,[15] matando instantaneamente por volta de 80 mil pessoas. Ao final do ano, ferimentos e a radiação causaram um total de 90 a 140 mil vítimas.[16] Aproximadamente 69% das construções da cidade foram completamente destruídas e cerca de 7% foi severamente danificada.


Pesquisas sobre os efeitos do ataque foram restritas durante a Ocupação do Japão e as informações censuradas até a assinatura do Tratado de São Francisco em 1951, devolvendo o controle do país para os japoneses.[17]

 

O oleandro é a flor oficial da cidade de Hiroshima pois foi a primeira a florescer depois da explosão da bomba atômica de 1945.

 

Em 17 de setembro de 1945, Hiroshima foi atingida pelo Tufão Makurazaki. A província de Hiroshima teve mais de 3 mil mortos e feridos, cerca de metade do total nacional.[18] Mais da metade das pontes foi destruída, além de danos severos nas estradas e ferrovias.[19]

 

Hiroshima foi reconstruída após a guerra com a ajuda do governo nacional através da Lei de Construção do Memorial da Paz de Hiroshima, em 1949. Ela fornecia assistência financeira para a reconstrução, juntamente com terrenos doados que pertenciam previamente ao governo e eram usados para propósitos militares.[20]

 By: Rafaela

Nenhum comentário:

Postar um comentário