29 de abr de 2012

Poemas do Coração 10!

Para comemorar a 10ª edição do poemas do coração, eu juntei algumas frases de músicas e fiz um super-poema!


 O tempo dessa conversa acabou
 Eu sei que você realmente quer ir
 Talvez um dia eu volte correndo para casa por você
 Eu não serei salva
 Estou em coma profundo
 Em um sonho inacabado
 Por que eu continuo batendo nesses funerias de toda essa gente que eu nunca conheci
 Por quê não consigo manter isso verdadeiro?
 Eu não preciso de sua guerra civil
 Ela alimenta os ricos enquanto enterra os pobres
 Veja seu jovem lutando
 Veja sua mulher chorando
 Veja seu jovem morrendo
 Do jeito que sempre foi antes
 Você vestiu uma braçadeira preta quando eles atiraram no homem que disse "a paz pode durar para sempre"
 E em minhas primeiras memórias, eles atiraram em Kennedy
 E a história esconde as mentiras de nossas guerras civis
 Minha doce criança
 Nós podemos todos nos pendurar em lustres dourados
 Eu não consigo ver o dia, minhas palavras não podem torná-lo seguro
 As lágrimas dele caindo em meu túmulo
 Isso me cheira a espírito jovem
 Quando você está no fim da estrada
 Sua fé anda por vidros quebrados
 Algo dentro desse coração morreu
 Você em ruínas
 Salva de tiros
 O coração dele em minhas mãos... é ruim demais...
 É a minha unica chance de pegar de volta, sem arrependimentos...
 Venha como estiver
 Venha como amigo
 Em um terreno mais alto
 Nenhum inferno a descobrir
 Irei cair em seus braços?
 Estou caindo na direção certa?
 O dia que nunca chega
 Levou minha audição

 Levou minha visão
 Levou minha fala
 Levou minhas pernas
 Levou meus braços
 Levou minha alma
 Mina terrestre
 Fez da minha vida um inferno
 Meu corpo virou minha própria cela
 Segurando minha respiração eu desejo morrer
 É difícil manter uma vela acesa
 Na fria chuva de Novembro
 Você precisa de um tempo... sozinho!
 Eu estou paranóica
 Eu não sei o que é, mas eu não me adapto
 Alguém pode parar o barulho?

By: Rafaela

Nenhum comentário:

Postar um comentário